segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Com 37 votos já contabilizados Davi busca apoio do Planalto para chegar a presidência do Senado

Direto de Brasília
Para quem antes corria por fora, Davi já ocupa uma raia na disputa pela presidência do Congresso Nacional. Um analista próximo ao senador amapaense diz que ele conta com apoio de 37 senadores, a maior parte dos recém eleitos.
"O DEM tem disponibilizado toda a logística para ele se deslocar pelo país em busca de apoio para sua candidatura", disse.
Desde ontem, aqui em Brasilia, fala-se que o PSL pode retirar a candidatura do Major Olimpio (PSL-SP) para apoiar Davi Alcolumbre. Seria uma estratégia para evitar a eleição de Renan Calheiros (MDB-AL).
Há quem diga que é quase impossível um mesmo partido presidir as duas casas legislativas já que Rodrigo Maia (DEM-RJ) é tido como virtual presidente eleito da Câmara.
Mas essa disputa será diferente. Se o Planalto entrar, os rumos da eleição no senado serão outros e Davi passa a ter grande chance, disse um apoiador.
No dia da eleição, Davi será o único senador da mesa, em meio de mandato, o que lhe garantirá  a presidência da sessão, mas se ele for candidato é José Maranhão (MDB-PB), por ser o mais idoso, vai comandar o pleito.


Nenhum comentário:

Bolsonaro cumpre promessa de campanha e libera posse de armas

Presidente Jair Bolsonaro acaba de assinar o decreto que flexibiliza o estatuto do desarmamento permitindo que o cidadão possa comprar ar...