sexta-feira, 1 de junho de 2018

Fátima se reúne com Defensores da União para discutir habitação

Defensores José Célio Fontelles e Anginaldo Oliveira, Fátima Pelaes e Leila do Carmos (AMBRE)


O encontro foi na última quarta feira, 30, reunindo, além dos Defensores Públicos da União (DFU) José Célio Pessoa Fonteles e Anginaldo Oliveira, a presidente da Associação de Mulheres do Renascer (AMBRE), Leila Viana do Carmo. Fátima Pelaes solicitou que a DFU analise a possibilidade de pleitear, via Justiça Federal, a liberação de habitações desocupadas no Macapaba para atender a demanda de pessoas sem moradia. Alguns apartamentos foram abandonados por famílias que haviam sido remanejadas de áreas vulneráveis e outros ainda não foram ocupados.
Sobre os apartamentos ocupados irregularmente no Macapaba, o Defensor Geral da União, José Célio Pessoa Fontelles, me disse hoje, pela manhã, que está propondo, inicialmente, um acordo com a Caixa Econômica para que as famílias que ocuparam os apartamentos irregularmente e que se enquadrem no perfil do programa Minha Casa Minha Vida, permaneçam no imóvel.

Em relação aos apartamentos não ocupados pelos contemplados e que, depois de comprovado, não preencham os requisitos, sejam disponibilizados aos sem teto que se enquadram no Programa. 
A presidente da AMBRE quer que uma parte dos apartamentos sejam destinados às famílias cadastradas pela entidade que preside. 



Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...