domingo, 18 de março de 2018

Bufalo do Amapá poderá atravessar o Amazonas rumo ao exterior

Melhoramento genético I 

O Amapá tem o segundo maior rebanho de búfalos do Brasil com 300 mil cabeças, 85% do total do rebanho local, logo atrás do Pará que está em primeiro com 400 mil.  O Pará largou na frente com o projeto de melhoramento genético, o Promebull, no Marajó e agora o Amapá pretende seguir no mesmo caminho.

Melhoramento genético II 


O secretário de Desenvolvimento Rural, Robério Nobre, me disse, na última sexta,16, que o Amapá tem um potencial muito grande tendo em vista da demanda, especialmente do mercado externo. Para melhorar e ampliar o rebanho é necessária a inclusão tecnológica, de boas práticas de criação, vacinação, nutrição, melhoramento genético e sanidade animal, concluiu.

Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...