quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Ponte do rio Jari: Justiça federal determina retomada das obras.

Secretaria de Transportes do Governo do Estado terá que reformular e apresentar novo projeto em 30 dias
Em decisão assinada pelo juiz João Bosco Soares , a Justiça Federal determinou que o governo do Amapá retome as obras da ponte do rio Jari. Pela decisão a Setrap está obrigada a tomar medidas para o reinicio das obras, paradas desde 2009, no prazo de 30 dias. O juiz ainda estabeleceu multa de R$ 100 mil ao titular da pasta, em caso de descumprimento da medida, sem danos nas esferas civil, criminal e administrativa.
Pelo projeto a ponte terá 406 metros de extensão. Já foram gastos R$ 21 milhões e somente 39% da obra realizada. A obra parou por suspeita de irregularidades. Segundo o MPF cerca de R$ 15 milhões foram desviados.
O secretário Jorge Amanajas disse que a obra é de responsabilidade da prefeitura de Laranjal, mas o governo do Estado entrará como parceiro. Serão investidos cerca de R$ 9 milhões para a recuperação dos pilares, uma parte da estrutura deteriorada nesse periodo em que ficou paralisada.


Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...