quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Ministro do STJ manda Mira de volta à AL

Ato assinado pelo presidente , Kaká Barbosa,  da Assembleia Legislativa 
devolve o direito de reassumir o cargo à Mira Rocha (PTB). A mesma decisão anula a convocação
para posse de Haroldo Abdon que havia assumido o lugar depois da cassação Mira.  
O presidente da AL cumpre decisão do ministro Luiz Gustavo Faria do STJ que deferiu pedido de 
tutela provisória ao recurso especial interposto pelos advogados de Mira Rocha, atribuindo-lhe 
efeito suspensivo na parte relativa à perda do cargo público. 
Histórico
(Tjap) por improbidade administrativa, com perda dos direitos políticos pelo recebimento indevido 
de diárias parlamentares entre 2011 e 2012, usadas  para custeio de despesas com hospedagem, alimentação e transporte.

Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...