segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Fiscais do IMAP e pesquisadora do IEPA são barrados pela Ferreira Gomes Energia

Sobre o acidente em Ferreira gomes consegui apurar o que segue: Ainda no domingo, depois de receber as denúncias da Associação dos Moradores Atingidos pela Barragem, o IMAP deslocou uma equipe de fiscais para verificar o tamanho do impacto causado, novamente, com a mortandade de peixes no rio Araguari. Junto com a equipe seguiu a doutora em ictiologia e pesquisadora do IEPA, Cecile Gama. A missão não pôde ser cumprida porque os técnicos foram impedidos de entrar na área da hidrelétrica.
Ao que se sabe, pelo termo de ajustamento firmado entre o Ministério Público, o IMAP e a Ferreira Gomes Energia, a empresa teria de comunicar, imediatamente, em caso de ocorrência como essa.
A Empresa não informou o ocorrido e ainda barrou os fiscais do IMAP. Resultado: a pesquisadora Cecile Gama não pode fazer o trabalho porque só conseguiu colher, do lado de fora, algumas amostras dos peixes mortos, mas já putrefatos o que impediu uma análise mais profunda das causas do acidente. Entretanto pelo histórico e pelas características a história se repete.
Essa já é a terceira vez, segundo os moradores, que peixes aparecem boiando, mortos nos arredores da barragem.
Pelo ocorrido, a Ferreira Gomes está passível de multas, sendo uma por não permitir os fiscais adentrarem para realizar o seu trabalho,  uma por não comunicar o fato ao órgão e uma terceira seria pelo impacto causado. Até ontem a Ferreira Gomes ainda não havia se manifestado sobre o episódio.

Nenhum comentário:

Últimas noticias sobre a pane no navio Ana Beatriz IV

Por volta das 10h da manhã de hoje partiu de Santana o navio Breno, da mesma empresa do Ana Beatriz IV que sofreu uma pane, ontem, à noi...