domingo, 28 de janeiro de 2018

Superti diz que apoio Waldez foi decisivo para a construção do hospital Universitário


Waldez anuncia que o próximo passo é equipar o hospital
Em solenidade que antecedeu a visita monitorada de autoridades convidadas, a reitora Eliane Superti, da Unifap, destacou que o engajamento do governador Waldez Góes, no projeto do hospital Universitário foi de fundamental importância para o sucesso da empreitada. 
“Ter a confiança do líder do Executivo em apostar nesse projeto e buscar junto à bancada federal o apoio necessário, foi o momento decisivo. Empenhando R$ 100 milhões, em um tempo de crise, e em um projeto a longo prazo. Só sendo um estadista para ter uma iniciativa como essa, tendo coragem para projetar o Estado para o futuro e acreditar que esse futuro começa hoje”, ressaltou Superti em seu discurso.
A reitora destacou o apoio da Ministra Fátima Pelaes (SPM) que, graças ao seu prestigio em Brasilia, contribuiu nas articulações e busca por recursos somando empenho junto com a bancada federal.
Quando estiver pronto o hospital universitário terá capacidade para atender 1 milhão de pessoas. A obra é a segunda maior da Amazônia e está prevista para ser entregue em 2019. Durante a visita técnica, conduzida pela reitora da Universidade Federal do Amapá (Unifap), Eliane Superti, o governador anunciou que o próximo estágio será pleitear recursos federais para a compra de equipamentos e de um helicóptero para atender a demanda do hospital, que funcionará no modelo das Organizações Sociais de Saúde (O.S.S). E destacou:
 “O Amapá terá um grande ganho na área da saúde nos termos de média e alta complexidade, sobretudo, pois estamos trabalhando de forma integrada. Nos próximos anos, definitivamente, a política de infraestrutura e atendimento à saúde pública vai estar reorganizada em nosso Estado. Enfrentar dificuldades, manter e ampliar conquistas em épocas desafiadoras é resultado da união dos esforços”, enfatizou Góes.
Hospital Universitário
A construção iniciou em janeiro de 2017 no campus Marco Zero, e ocupa uma área de aproximadamente 40 mil metros quadrados, na Zona Sul de Macapá. O Hospital Universitário terá 300 leitos, sendo 240 de internação e 60 de UTI, de média e alta complexidades.
Concursos públicos
Aproximadamente 1,5 mil profissionais deverão trabalhar no hospital. A comissão da Unifap já estuda um concurso para a operacionalização da unidade. A proposta é que um edital seja lançado ainda este ano. De acordo com o governador do Amapá, durante sua gestão 95% dos concursos promovidos foram realizados em parceria com a Unifap, totalizando 27 concursos durante os três mandatos.
Mais investimentos na saúde
Durante a visita técnica às obras do hospital universitário, o governador ainda anunciou mais avanços na área da saúde. Nos próximos três meses, a UPA Zona Sul deve ser inaugurada. É a primeira unidade a ser gerenciada em coparticipação por uma Organização Social (OS). O novo modelo no Amapá foi estudado pelo governo por um ano e meio e vem para descentralizar, humanizar e melhorar os serviços de saúde prestados à população.

Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...