quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Macapá 258 anos

Trecho do programa sobre Macapá em "O Repórter da Amazônia"

Essas terras onde se localiza Macapá eram chamadas de Nueva Andaluzia por determinação do Rei Carlos V da Espanha,  em homenagem a sua terra natal . O rei espanhol doou estas terras a Francisco Orellana, como prêmio pela descoberta do rio Amazonas. Em 1546, segundo registros, Francisco Orellana atravessou o Atlântico e veio para tomar posse, mas não chegou a desembarcar. Morreu dentro do seu Bargantim, em frente onde é hoje a cidade de Macapá.
Igreja de São José, o prédio mais antigo de Macapá.

Era 1751 quando o Capitão Francisco Xavier Mendonça Furtado assumiu o Governo do Grão com a incumbência de fazer o povoamento da região.Em 1752 Macapá era apenas um povoado que sofria com um surto de cólera, o que obrigou o governador a sair de Belém e vir  para ajudar no combate ao grande mal trazendo os medicamentos para a população. 

Ao chegar, Mendonça Furtado encontrou outro problema: o conflito entre o chefe do destacamento militar Manoel Pereira de Abreu e o chefe da igreja católica padre Miguel Angelo de Moraes. A situação foi apaziguada pelo governador. O militar que controlava tudo, se negava a atender aos pedidos dos sacerdotes, inclusive de alimentação.
Cap. Mendonça Furtado, gov. Grão Pará


Seis anos depois, era inicio de 1758, quando Mendonça Furtado aportou em Macapá. Estava em missão para definir os limites da Coroa Portuguesa na Amazônia. Sua comitiva era grandiosa.

No dia 2 de fevereiro nomeou os primeiros seis vereadores da Câmara Municipal e dois dias depois, em solenidade no pelourinho, em frente a igreja de São José, elevou o povoado à categoria de vila e deu-lhe o nome de São José de Macapá.

Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...