segunda-feira, 13 de abril de 2015

Os protestos do 12 de abril



Olimpio Guarany


Não vejo motivo para os petistas comemorarem a redução do número de manifestantes, ontem, em comparação com o 15 de março, tampouco para se sentirem aliviados. O fato de menos pessoas terem ido às ruas não diminui a insatisfação do povo brasileiro com o atual governo e com as práticas de corrupção patrocinadas pelo esquema montado pelo PT. 
Do meu ponto de vista seria muita cretinice se dizer aliviado quando no mesmo dia dos protestos o Data Folha divulgava pesquisa feita, quinta feira passada, dando conta de que 63% da população aprovam o impeachment da presidente Dilma. Pior é que, da data do primeiro protesto pra cá, o índice de desaprovação do governo ainda  permanece na casa dos 60%. Por outro  lado, os que aprovam o governo ficaram nos 13%, um dos mais baixos índices da história recente do pais. Então, o que tem a comemorar?
Fiquei estupefato  ao ver como o petismo tem capacidade de mobilizar as redes sociais. Só de maneira virtual, e sabe lá com que esquema, conseguiram fazer com que uma hasteg pró Dilma tivesse maior citação no twitter.
Vi com tristeza, certa euforia dos petistas. Uma ex-deputada do Amapá, derrotada na eleição passada, usou seu twitter para debochar e ainda jogar a pecha de “coxinhas” para quem estava na manifestação. Fica do tamanho dela querer desclassificar tamanha insatisfação do povo.
Reitero o que já disse, ontem à noite, nada como o resultado da pesquisa do Data Folha para mostrar o quanto o povo brasileiro condena esse mar de corrupção em que o país está mergulhado e o desgoverno a que foi entregue.
Outro ponto que abordei, ontem, foi sobre o pedido de intervenção militar. Penso que é totalmente descabido alguém se arvorar a pedir o retorno dos militares. A lição que tivemos com os 21 anos de ditadura, período triste da história do nosso país, já foi suficiente e ficou claro que queremos liberdade. Vivemos em um estado democrático de direito, e isso foi uma conquista. Remédio pra democracia é mais democracia, mais liberdade e oportunidade para todos.
Ressalto com tristeza que o fato de menos pessoas terem ido às ruas, ontem, pode representar um alto grau de desesperança do povo brasileiro.

Nenhum comentário:

Últimas noticias sobre a pane no navio Ana Beatriz IV

Por volta das 10h da manhã de hoje partiu de Santana o navio Breno, da mesma empresa do Ana Beatriz IV que sofreu uma pane, ontem, à noi...