quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Enem revela a queda do ensino médio no Brasil


Olimpio Guarany

O resultado do Enem é emblemático. Mais de 500 mil, dos pouco mais de 6 milhões que fizeram as provas em 2014 tiraram "zero", é isso mesmo "zero", em redação. É um reflexo indiscutível de que somos um país sem hábito de leitura. Não se estimula a criança, o adolescente, à leitura, por isso somos caracterizados como país de terceiro mundo, onde ainda temos muitos analfabetos e a qualidade do ensino é uma das piores do mundo.
O resultado do Enem 2014 revela que que o ensino médio no Brasil está estagnado. No resultado divulgado pelo MEC, caíram as médias de redação e de matemática. Se buscarmos a série história do Ideb - Indice de Desenvolvimento da Educação Básica - vamos constatar a mesma coisa: nunca conseguimos alcançar a média 4,0 numa escala de 10,0.
O que se constata é que somos um país com analfabetos funcionais. A ordem é passar de ano, mesmo que os alunos não saibam ler um enunciado, explicar uma idéia, fazer um texto lógico. E aí me vem o ministro da Educação, Cid Gomes, dizer que não foi uma queda significativa. Ora, estamos caindo  ano a ano, ministro! Pra completar ele diz na TV que o tema era difícil, francamente ministro!
Se a presidente Dilma pretende fazer do novo governo, um governo sério, terá que rever as políticas públicas para educação. Será necessário uma reforma educacional ampla,  se  não o fizer, o Brasil perderá mais e mais competitividade internacional. Como fazer um país se desenvolver se a educação é precária? Está tudo errado. Só teremos um país sustentável se tivermos uma educação pública de qualidade.
--------------------------------------------------------------------
Olimpio Guarany é jornalista, economista, publicitário e professor universitário.



Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...