segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Disputa pelo segundo lugar será nariz a nariz.

Bom dia!
Começamos a semana decisiva para as eleições de domingo próximo. Como na eleição presidencial, por aqui se usa de todos os artifícios para  desqualificar os adversários e ganhar a simpatia e confiança do eleitor. É o vale tudo. A maioria dos marqueteiros que escreveu sobre eleições diz que o pleito é uma guerra e só não vale perder. Como em guerra não se manda flores para os adversários, então recorrer a métodos, mesmo que sejam escusos, para destruir os concorrentes acaba seduzindo certos candidatos.
Penso que se pode lançar mão de todo tipo de arma, desde que não se fuja à ética, desde que não se entre na vida pessoal. Somos um estado pequeno onde aqui e ali nos encontramos nos bares e cafés. Entendo que não vale à pena destruir amizades, dividir famílias, agredir pessoas  por causa de política.
Numa análise ligeira dá para depreender que Waldez Goes consolidou sua posição como primeiro colocado, portanto com vaga certa no turno seguinte e que o segundo colocado está indefinido. Bruno, Lucas e Camilo devem permanecer nariz a nariz e assim será a disputa para a passagem ao segundo turno. Num linguajar comum podemos dizer que o segundo lugar será disputado palmo a palmo.

Nenhum comentário:

Os vizinhos

Dom Pedro José Conti -  Bispo de Macapá Conta Madre Teresa de Calcutá: “Certa noite, um senhor veio na nossa casa para pedir comida p...