sexta-feira, 3 de maio de 2013

O Dia do Trabalho



Olimpio Guarany

Era 1886 e a indústria prosperava. No dia 1o  de maio daquele ano, milhares de trabalhadores foram às ruas de Chicago para reivindicar a redução da carga de 13 horas para 8 horas de trabalho por dia.  Estávamos na segunda fase da Revolução Industrial que se iniciara na Inglaterra por volta de 1830. Naquela época a exploração da mão-de-obra era quase irracional. Os trabalhadores eram submetidos às condições subumanas.  Naquele dia de greve a repressão dos patrões foi violenta, líderes dos trabalhadores torturados, feridos e até mortes foram registradas. No julgamento dos lideres grevistas alguns chegaram a ser condenados a prisão perpetua e outros à morte por enforcamento. Três anos mais tarde, durante um congresso socialista em Paris, foi instituído o dia 1º de maio como dia mundial do trabalho para homenagear os trabalhadores mártires daquele dia.
Hoje comemoramos mais um Dia do Trabalho. Para muitos não passa de uma efémeride, um feriado, um dia de comes e bebes. E pra você?  O que significa trabalhar?  As respostas serao variadas, afinal cada um de nós encara sua atividade profissional de um jeito. Penso que variamos entre momentos de realização e frustração. Em determinados instantes o trabalho nos traz prazer, em outros dor.
É certo, entretanto, que ao longo da história o trabalho sofreu modificações, as relações do trabalho também. Como é uma coisa do dia-dia, às vezes fica até automatico, nem paramos para refletir o que o trabalho, de fato, significa em nossas vidas. Apesar das mudanças nas formas de se desenvolver, o trabalho é, inquestionavelmente, uma grande experiência de vida. Se tivernos em mente que não visamos só o salário no final do mês, vamos ver que o trabalho é fundamental nas relações sociais. É nesse ambiente que somos formados, que aprendemos, que vivemos um cotodiano  altamente educativo.
Um dos grandes pensadores da história, Karl Marx já dizia: “o homem se define pela produção, por esse fato ele se distingue dos animais. Ao produzir seus meios de vida o homem produz indiretamente sua própria vida, material e espiritualmente”.
Mas, nem todos tem a oportunidade de produzir para sustentar a sua vida e de sua familia. Outros, como à época dos protestos de Chicago, ainda são oprimidos. Há os que ainda são tratados como escravos, sem direito a nada e há os pequenos, o explorados com o trabalho infantil. Olhando de um canto a outro do nosso país constatamos, ainda,  situações degradantes, de insalubridade, de falta de reconhecimento e de respeito com quem se dedica e ajuda a construir a nação. De qualquer forma, no Dia do Trabalho, salve o trabalhador!
___________________________________________________
Olimpio Guarany é jornalista, economista e professor universitário

Nenhum comentário:

O Amapá perde mais um pioneiro

Antonio Pereira da Silva - Antonio Português ( Foto: Blog Porta-retrato) Faleceu, ainda a pouco, o empresário Antonio da Silva Pereira, ...