quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Sucessão 2014


Olimpio Guarany

Há uma semana começou a corrida do segundo turno. De um lado Roberto Góes, atual prefeito, PDT e de outro Clécio Luis, vereador, PSOL. Até ai tudo bem. Mas o que isso tem a ver com o titulo do artigo, se estamos tratando de eleições para prefeitura de Macapá em 2012?
Tem tudo a ver. Os dois grupos que se enfrentam neste segundo turno tem o perfil desenhado e pronto de quem vai disputar a sucessão de Camilo em 2014, senão vejamos. A campanha de Roberto Góes vem sendo pilotada pelo ex-governador Waldez Góes, cantado em prosa e verso como candidato a governador apoiado pelo senador Gilvam e todos os partidos que hoje habitam na órbita de Roberto. A campanha de Clécio Luis que já tinha o senador Randolfe Rodrigues no comando desde o primeiro turno, agora se junta a Lucas Barreto (PTB), retomando a dobradinha de 2010, a Davi Alcolumbre (DEM) e do ex-senador Papaléo Paes (PSDB). Esse é outro grupo com perfil claro e com definida pretensão de disputar o Governo daqui a dois anos.
Do lado de fora, nem de um lado nem de outro, está grupo que controla, atualmente, o poder no estado com Camilo Capiberibe (PSB) à frente, definido como candidato à reeleição.
A pulga atras da orelha faz coçar e refletir. Por que o PSB  impôs uma série de condições para apoiar Clécio no segundo turno? Teriam os pessebistas escolhido seu adversário para 2014? Em que condições seria esse enfrentamento? Aposto que na cabeça de alguns caciques do PSB passa a idéia de que a prefeitura da capital na mão do PSOL  e seus aliados seria um caroço de pupunha duro de roer. Então seria melhor enfrentar o grupo de Waldez? Talvez. Para pensar nessa direção, algumas elocubrações devem povoar a cabeça dos que comandam o PSB como quem espera que algo aconteça nesse próximo periodo que possa enfraquecer o grupo de Waldez o que, de certa forma poderia reacender as esperanças do PSB permanecer no poder. Elocubrações à parte, o certo é que o cenário já está desenhado e, pelo jeito, não tem lugar para mais ninguém. Elegendo-se Clécio ou reelegendo-se Roberto, são três os que vão entrar na raia para a disputa da sucessão estadual de 2014.

Nenhum comentário:

Últimas noticias sobre a pane no navio Ana Beatriz IV

Por volta das 10h da manhã de hoje partiu de Santana o navio Breno, da mesma empresa do Ana Beatriz IV que sofreu uma pane, ontem, à noi...