quarta-feira, 22 de agosto de 2012

NOTAS DA COLUNA OLIMPIO GUARANY, em A GAZETA



Propaganda eleitoral

Ontem começou a campanha no rádio e na TV. O primeiro dia foi dos candidatos a vereança. Quem esperou por novidades se frustrou. Os programas  vieiram no mesmo diapazão das campanhas de anos anteriores. Pobres, os candidatos mal preparados, com rarissimas exceções,  mas o mesmo lenga lenga. Alguns chegam as raias do ridiculo.

Os prefeitos

Hoje é a vez dos candidatos a prefeito. Dos seis, ao menos três, mandaram buscar marqueteiros de fora. A expectativa é a grande. Essa eleição é uma preliminar para a disputa estadual de 2014. O eleitorado de Macapá cresceu e, como não dá para pegarem na mão de todos, a TV e o Rádio, dois meios de comunicação poderosos, se constituem em ferramentas importantes para os candidatos na busca pela captação de votos.

Aparecendo

Candidatos a prefeito não podem aparecer em programas de vereadores pedindo voto para quem quer que seja. Mas, o contrário é permitido. Um candidato a vereador, por exemplo, pode aparecer no programa do majoritário e pedir votos para seu candidato.

Pode ou não?

Ontem, em uma roda de bar, dois advogados discutiam sobre a legalidade ou não dos vereadores pedirem votos para prefeito em seus programas. Aquela frase do tipo: “vote em mim para vereador e no fulano para prefeito” foi o cerne da discussão. 

Na justiça

Por conta dessa história de vereadores pedirem votos para prefeito em seus programas, advogados de uma coligação entram hoje, no TRE,  com pedido de esclarecimento sobre essa questão. Como a justiça só se manifesta se for provocada, vamos esperar pra ver. Enquanto issso, alguns candidatos a prefeito aproveitam e tiram uma lasquinha do horário dos vereadores.


Mudança

Ainda vai render muito pano para as mangas a demissão de Luiz Pingarilho da secretaria de estado dos Esportes. Ao contrário do que se anunciou, dando conta de que o comunista foi defenestrado porque está apoiando outro candidato que não a escolhida pelo Palácio, os motivos teriam sido outros.

Gasto indevido

Teria sido a mãe do governador, a deputada Janete Capiberibe, a responsável pela queda de Pingarilho? Há quem diga que ele dançou porque gastou os R$ 500 mil da emenda alocada por ela no orçamento da União para bancar os jogos indigenas, nos jogos do Meio do Mundo. Isso teria deixado JC uma arara.

Denúncia

Deputada Marilia Góes (PDT) denunciou que o governador Camilo Capiberibe está gastando mais recursos do orçamento com despesas de seu Gabinete Civil do que com a Policia Civil. Ela se diz, ainda, inconformada com o baixo investimento em segmentos sociais, como os jovens, por exemplo, que tiveram o programa especifico esvaziado.

Cheque em branco

Parece que o governador Camilo Capiberibe encontrou o caminho das pedras na Assembléia. Do nada ele conseguiu aprovar o remanejamento desejado de mais 5% do orçamento. Isso representa R$ 179 milhões de reais. Além de conseguir aprovar numa velocidade impressionante, o Governo nem precisou detalhar em que pretende gastar toda essa bolada. 

Pensando bem...

Para quem estava encontrado dificuldade para aprovar propostas menos importantes, aprovar remanejamento de 5%, foi uma boa ‘mudança’.

As vices

Interessante a reportagem que A Gazeta publcou ontem revelando que as mulheres são maioria quando o assunto é candidatura a vice. Só na capital, das seis chapas majoritárias que disputam a prefeitura, cinco tem mulheres como vice. É um recorde histórico.


Polarização em Santana

Como era de se esperar, mesmo antes de começar a campanha na TV e Rádio, dois grupos politicos se engalfinham em Santana. Há quem afirme que Robson Rocha (PTB), filho de Rosemir,  já teria alcançado Marcivânia Freire (PT) apadrinhada de Nogueira. Se não é verdade, a olhos vistos, pode-se concluir que, ao menos, os dois andam par-a-passo. 

FRASE DA SEMANA: ( FOTO DE SARNEY)

“A herança de Quintino Bocaiuva é de um homem que luta e se entrega profundamente a suas convicções”, senador José Sarney, ao discursar, anteontem, em homenagem aos 100 anos de um dos lideres do movimento que derrubou a monarquia no Brasil.


Nenhum comentário:

Últimas noticias sobre a pane no navio Ana Beatriz IV

Por volta das 10h da manhã de hoje partiu de Santana o navio Breno, da mesma empresa do Ana Beatriz IV que sofreu uma pane, ontem, à noi...