terça-feira, 28 de agosto de 2012

Artigo que circula dia 29.08.2012, em A Gazeta, Macapá.


A degradação humana

Olimpio Guarany

O que é a degradação humana? Resposta simples: É quando o ser humano perde seus valores, perde sua essencia, perde os conceitos religiosos, fica refem das subculturas, sendo levado pra lá e pra cá, pelas diversas correntes duvidosas. Torna-se como o mais baixo ser. 
Pois bem, eu poderia falar sobre a desgraça que a fome provoca; a condição que impõe ao ser humano ir em busca da sobrevida ao ter que comer o que lhe sobra no lixo e outras consequencias provocadas por ações do próprio homem que transformam outros em um ser nada.
Quando vemos imagens na TV de serem humanos catando lixo para comer em meio a moscas e urubus; quando nos deparamos com pessoas em condições subhumanas, morando em lugares insalubres ou simplesmente jogadas nas ruas das grandes cidades como se não fossem serem humanos, imaginamos que isso só acontece em lugares distantes, longe da gente.
Nos causa impacto ao assistirmos as reportagens sobre a cracolândia, em São Paulo, por exemplo. Mas, e quando isso acontece debaixo de nossos olhos? E, quando isso acontece bem na nossa ilharga, na nossa cara e nem nos damos conta?
Essa semana - fazia tempo que eu não andava a pé pelo centro de Macapá- deparei com cenas inimagináveis até bem pouco tempo. Meninos e meninas, crianças e adolescentes, perambulândo pelas ruas e calçadas, as vezes jogados ao chão ou simplesmente sentados às portas das lojas, cheirando cola ou outro tipo de droga. Maltrapilhos, sujos, lanzudos, desprezados. Que futuro terão essas crianças e adolescentes? Ora, se não existe politica pública voltada para atende-los, não terão futuro. Talvez suas vidas se acabem no presente. Pessoas que cedo perderam a noção da vida, perderam valores, perderam sentimentos.
Estamos em plena campanha eleitoral e eu vou ficar atento, de olhos bem abertos, para ver se vai aparecer algum candidato apresentando proposta no sentido de devolver a dignidade a essas pessoas, se é que eles realmente se importam com aqueles que deles precisam.

Um comentário:

Joao Alberto Dias disse...

É Revoltante. O pior é que nenhum politico se quer tocam no assunto.

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...