domingo, 12 de agosto de 2012

Analise conjuntural após a pesquisa Ibope



Olimpio Guarany


Os rumos da eleição

Primeira pesquisa Ibope divulgada pela TV Amapá na última sexta revelou um quadro que já se conhecia, por outras pesquisas. Roberto Góes (PDT) se manteve em primeiro, seguido por Cristina Almeida (PSB). Aliás essa segunda posição vinha sendo ocupada por Clécio Luis (PSOL). Mesmo assim, a diferença de três pontos da segunda para o terceiro colocado nos remete a um empate técnico. É recomendável parar para pensar se o episódio Clécio/Cleidenira influenciou ou não. Se influenciou o quanto isso significou. Pelo quadro apresentado, vislumbra-se a possibilidade natural de crescimento dos candidatos que buscam entrar no seleto grupo de dois que disputarão o segundo turno. 

As possibilidades

É certo que há a possibilidade de crescimento tanto pelo flanco direito quanto pelo flanco esquerdo de Roberto. Daí dá para retirar outra reflexão: Roberto Góes, prefeito eleito em 2008, desde sua posse já era, naturalmente,  candidato a reeleição. Cristina se posicionou como único nome no PSB, logo após a sua eleição de deputada em 2010. De lá partiu para a pré-campanha e se consolidou como candidata do partido governista. Clécio, desde a eleição de seu parceiro de partido, o senador Randolfe Rodrigues, ganhou tutano para se credenciar como candidato. Atuando como vereador, Clécio desenvolveu ações diretamente voltadas para a cidade e tratou de fazer o que chamamos de pré-campanha. 

Buscando a terceira via 

Vamos para análise do quarto colocado na pesquisa, Davi Alcolumbre (DEM). O candidato da coligação Macapá Melhor não havia se posicionado no período da  pré-campanha porque dependia da decisão de Lucas Barreto (PTB) em ser ou não candidato,por conta de um acordo. E assim aconteceu. Lucas não foi e Davi assumiu a postura de candidato. Não houve tempo para fazer com que o universo de eleitores tomasse conhecimento da candidatura de Davi. Só depois da convenção, devidamente homologado, é que ele passou a ser divulgado como candidato.

Alento e motivação 

É preciso destacar que a pesquisa Ibope foi feita mesmo antes de Davi inaugurar seu Comitê Central quando, ainda, sua campanha não estava na rua. Daí o resultado da primeira rodada da pesquisa indicar uma grande vantagem para o candidato do DEM, a partir do instante em que ele dá a largada com 7% de preferência. É muito significativo, e isso, sem dúvida, abre a possibilidade de crescimento, especialmente considerando que Davi tem o menor indice de rejeição, ou seja, uma raia aberta para crescer.

Prognóstico

Dizer que A  e B ou C vão para o segundo turno é prematuro. Ainda temos que esperar o que os marqueteiros estão bolando e como vão se comportar os candidatos nos programas de TVs e nos debates. Lá na frente, depois de 6 ou 7 programas vai dar para aquilatar e identificar uma tendência do eleitor. Por enquanrto é só o começo. 

Análise histórica

Se a análise histórica serve de base para alguma coisa, basta lembrar que em 2008, Lucas, então candidato do PTB, em chapa pura, começou com apenas 2% e, por pouco, muito pouco, não passou para o segundo turno, após um crescimento avassalador durante o periodo da campanha na Tv e Rádio. Portanto,ainda é cedo e temos que esperar pra ver como vai ficar.

Nenhum comentário:

Últimas noticias sobre a pane no navio Ana Beatriz IV

Por volta das 10h da manhã de hoje partiu de Santana o navio Breno, da mesma empresa do Ana Beatriz IV que sofreu uma pane, ontem, à noi...