segunda-feira, 9 de julho de 2012

Coluna Olimpio Guarany Escreve, em A Gazeta


Imbróglio do PSDB
O juiz Luciano Assis, titular da 10a. Zona Eleitoral, conhecido pela celeridade que dá aos processos sob seu julgamento, disse que até hoje,  estará decidindo sobre o pedido de anulação da convenção do PSDB que escolheu o professor Marco Antonio como candidato a prefeito de Macapá.
Os vereadores
Na esteira do drama vivido pelo PSDB, outro abacaxi para ser descascado caiu na mesa do juiz Luciano Assis: uma lista de candidados a vereadores apresentada pela direção nacional dos tucanos. Entre outras, a dúvida é para saber se os nomes que vieram nessa lista são os mesmos da convenção municipal.
A defesa
Pipocaram, ontem, no twitter os avatares de candidatos a vereadores. Foi uma enxurrada com pedidos de votos para todos os lados. Tuiteiros, tipo “seu Lunga” também usarão da ferramenta disponivel no twitter  para se defender dos assédios: o block.
Em Cutias
O atual prefeito Paulo Albuqquerque (PSDB), um dos mais bem avaliados do estado, será candidato a reeleição. PA chegou admitir que não disputaria, mas a pressão local foi grande e ele sucumbiu. Prefeito que mais realizou investimentos  desde a criação do municipio, fez uma verdadeira transformação para melhorar a vida da população local. Tem tudo para se reeleger.
Não pode
Lei eleitoral impõe uma série de restrições aos candidatos registrados que vão disputar as eleições para prefeito, vice prefeito e vereador. Está proibido, por exemplo, qualquer candidato comparecer a inaugurações de obras públicas e contratar shows artisticos com recursos públicos.
Não pode II
Está proibido desde, sexta, contratar, nomear, demitir sem justa causa, suprimir qualquer vantagem, ou por qualquer outros meios impedir o exercicio funcional de qualquer servidor. 
Não pode III
Prefeitos que estiverem no cargo não podem autorizar publicidade institucional de atos, programas, obras, serviços ou campanhas de orgãos públicos salvo em caso de grave e urgente necessidade, mas reconhecido pela Justiça Eleitoral.
Fora da midia
Apresentadores, reporteres e comentaristas de rádio e televisão que registraram suas candidaturas, desde ontem já estão fora da midia. Quem mantiver programas com seus nomes ou qualquer referencia em rádio e televisão, mesmo que com outro apresentador,  pode perder o registro.
Lei da meia boca
A decisão foi do TSE. Quem estiver enquadrado na lei da Ficha Limpa, ou seja, os fichas sujas, mas que estiverem exercendo mandato, podem ser candidatos. Por outro lado, quem não tiver mandato e estiver com a ficha suja, está fora.
São Tiago
População de Mazagão comemorou a derrrubada do veto do governador a lei que institui o feriado estadual no dia 25 de julho, de autoria da deputada Marilia Góes. Primeiro porque a lei é uma homenagem ao padroeiro da cidade, segundo porque vai motivar pessoas de outros municipios a se deslocarem para prestigiar a centenária festa em Mazagão Velho.
Redes sociais 
Nos primeiros dias de campanha os candidatos já deram sinais de que vão se utilizar das redes sociais como midia auxiliar para suas campanhas. Quem largou na frente foi Cristina Almeida (PSB) com maior presença no Facebook. Especialistas dizem que apesar da exposição e risco pela interatividade, há uma ferramenta que pode ajudar nas redes, a tecla delete que pode apagar os comentários negativos sobre o candidato.
Estratégia democrata 
Está em Macapá, desde ontem a noite, Orly Bezerra, papa titulo do Pará, marqueteiro da campanha de Davi Alcolumbre (DEM) a prefeitura de Macapá. Hoje ele passa o dia reunido com o candidato e o nucleo pensante da campanha.
Batendo perna 
Clécio Luis (PSOL)  e o senador Ranolfe Rodrigues (PSOL) promoveram reunião com la equipe para traçar a estratégia da campanha. Hoje será dedicado para visitas a lideranças. Por enquanto a sede do partido, na orla do Santa Inês, está servindo de local para os encontros, mas é intenção montar uma ce tral de inteligência para pensar a campanha.
Raia cultural 
A partir do Formigueiro, Evandro Milhomem (PC do B) dá o start em sua campanha. Identificado com o segmento cultural - ao longo dos anos boa parte de suas emendas tem sido para a cultura - Milhomem se cerca de artistas identificados com a proposta comunista para traçar seu plano de ação.
Em busca da reeleição 
Roberto Góes(PDT) terá marqueteiro do Maranhão para a campanha da reeleição. O homem responde pelo nome de Sergio Macedo e é o mesmo que trabalhou no segundo turno de 2008. Alberto Góes será uma das cabeças pensantes do núcleo de intelgência da campanha de RG.

Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...