segunda-feira, 25 de junho de 2012

Notas da coluna OLIMPIO GUARANY ESCREVE, em A AGAZETA


Sucessão em Macapá
Davi Alcolumbre (DEM) e Eduardo Seabra (PTB) amarraram os bigodes, em reunião, na última sexta. O PTB indicará o nome da vice. Há quem diga que a presidente do PTB Mulher, Jurema Costa, esposa de Seabra tem grandes possibilidads de ser a escolhida. Está virando praxe formar casal na cabeça de chapa.
A inversão
Como já está certo que o PSB terá uma mulher, Cristina Almeida, como cabeça de chapa, o PT, na garupa, tratou de escolher  um homem, Van Vilhena para compor a chapa. Sobre a disputa para a vereança há quem defenda a tese de que os dois partidos deverão disputar com duas chapas puras. A analise é simples: se os dois coligarem na proporcional, o PT corre o risco de perder seu único vereador.
Prego batido
O deputado Vinicius Gurgel (PR) será o candidato a vice na chapa de Roberto Góes (PDT). Reunião na residência do ex-governador Waldez Góes selou o acordo. Com isso o PDT engrossa sua coligação com o PR e terá o maior tempo de TV. A ex-deputada Francisca Favacho, tida como pule de dez para a vaga de vice, não questionou e abriu.
Unidade Popular
Assim será chamada a coalizão de oito partidos PSOL-PPS-PCB-PV-PMN-PRTB-PPL-PTC para a disputa pela prefeitura de Macapá. A sugestão do nome foi do senador Randolfe Rodrigues. O candidato desse grupo será o vereador Clécio Luis (PSOL), mas o vice ainda não está decidido. Dois partidos fizeram indicação, o PPS de Allan Sales e o PV de Antonio Grillo.
Tentando viabilizar
O deputado Evandro Milhomem (PC do B) trabalha dia e noite para viabilizar sua candidatura a prefeitura de Macapá. Esse final de semana ele ficou de se reunir com Moiséis Souza (PSC). Se conseguir levar  o PSC, Milhomem poderá ter ainda os partidos que vivem no espectro e sob a influência do presidente da Assembléia. A ver.
Em Mazagão
Gilvam Borges se veste de Atalaia e parte para a luta, não contra os mulçumanos como nas batalhas de Mazagão na Africa, mas para eleger o irmão Dilson prefeito de Mazagão (AP). Os Borges vão jogar todas as suas fichas nessa disputa. Para tanto, por apoiarem RG em Macapá, vão cobrar do PDT não só a inclusão na coligação, mas a entrada - de corpo e alma - do atual prefeito Marmitão que não pode mais se candidatar e estaria mordendo na corda como se diz na giria. Para o cavaleiro Gilvam ”Atalaia” Borges é importante que o atual prefeito entre na disputa pra valer.
Sucessão em Porto Grande
Pedro Paulo, atual vice de Bessa (PDT) será o candidato do DEM a prefeitura de Porto Grande. O homem tem apoio de Lucas Barreto e Davi Alcolumbre. O PTB e o PT do B se juntaram na coligação pela disputa pela sucessão de Bessa que não pode mais se candidatar.
Em Laranjal
Zeca Madeireiro, vereador de dois mandatos, é o candidato do PP à prefeitura de Laranjal do Jari. Tem o apoio da atual prefeita Euricélia Cardoso que não poderá concorrer por estar encerrando seu segundo mandato. Outros nomes disputam a corrida pela sucessão em Laranjal: O delegado Prata (PSDB), Irmão Tadeu (PTB) e Barbudo Sarraf (PHS) são os mais citados.
Em Calçoene
Tem tudo para “pegar fogo” a eleição em Calçoene. O ex-deputado e ex-prefeito da cidade, Jorge Salomão (DEM) está há dois anos construindo sua candidatura e tem feito muito barulho. Dia 29, sexta, o PMDB vai homologar, em convenção, o nome da atual prefeita Maria Lucimar para disputar a reeleição.
Em Oiapoque
Com a promessa de que seria candidato a prefeito de Oiapoque pelo PSB, Miguel Silva, liderança reconhecida naquelas bandas do Norte foi comunicado, há cerca de 20 dias, de que não seria mais o candidato. Indignado mandou dizer aos caciques do PSB de que estaria livre para apoiar o adversário dos Capiberibe. Eis que entra em cena Claudio Pinho e lhe promete a candidatura. Esse final de semana veio o balde de agua fria: Miguel não será o candidato. A jiripoca vai piar.
Acredite se puder
O trecho Macapa-Belém chegou a ser vendido por R$ 1.200,00 para este final de semana. É o fim. Pensando bem é mais barato passar um final de semana em Miami do que em Belém.

Nenhum comentário:

Wagner Gomes questiona pesquisa CTB

"A pesquisa feita pela Mentor, a mando da CTB, me pareceu bastante estranha e contemporânea", me disse o advogado Wagner Gomes, ...